Biocibernética: Conceitos

PARTON: Onde Tudo Começa

A Biocibernética Ramatís define uma série de conceitos filosóficos e técnicos que integram noções de física quântica com princípios estruturais de conformação do conjunto encarnatório do Ser Humano.

A Biocibernética Ramatís visa dar aos profissionais das áreas da saúde humana, aos grupos de socorros espirituais e demais interessados no assunto, uma visão diferenciada do Ser Humano, baseada na prática e na experiência vividas no auxílio deste ser doente.

Procuramos dar sempre uma visão a mais científica possível, porém, mencionando e mesmo descrevendo atos e fatos que indicam a participação de energias provenientes de manifestações de CONSCIÊNCIAS não mensuráveis em termos terrenos.

Toda a biocibernética em exposição leva o nome de Ramatís, caracterizando uma manifestação supraconsciencial que se permitiu ser captada por seres humanos sensitivos à percepção destas vibrações cósmicas.

Nossa história começa com o aprendizado de Cromoterapia, por um grupo de pessoas vinculadas a uma associação de socorro espiritualista (de filosofia espírita kardecista).

Esta Cromoterapia foi aplicada de forma gratuita em todos os que nos procuraram apresentando “defasagem” em seus campos energéticos, tanto biológico, quanto energético, emocional ou mental.

Este trabalho foi tendo um aprofundamento técnico-científico à medida que os entendimentos das orientações recebidas eram traduzidas em normas de aplicação e os resultados obtidos permitiam uma avaliação crítica de sucesso.

Introduzida como ferramenta auxiliar de investigação tanto em presença da pessoa quanto à distância, a Radiestesia de Cura, permitiu diagnósticos e avaliações com bastante precisão. Esta radiestesia utiliza, desde o seu início, pêndulos de cristal de quartzo transparente e de formato cônico. Foi introduzida logo no alvorecer do grupo de cromoterapia, através desta manifestação supraconsciencial Ramatís.

Os estudos da anatomia e as instruções básicas de fisiologia humana permitiram que as manifestações através dos sensitivos estabelecessem a linha mestra da cromoterapia, desde os estágios iniciais, até a configuração atual da BIOCIBERNÉTICA.

Nas terapias alternativas, qualquer que seja a sua denominação, existe sempre a interferência da intuição humana que clareia o caminho da pesquisa científica. Por se tratarem de ações que harmonizam o ser humano ao seu habitat, tanto social, quanto familiar, planetário, e principalmente consigo mesmo, estas terapias têm recebido orientações de consciências cósmicas, normalmente supra dimensionais, que querem ajudar o ser humano na busca de sua paz interior e, portanto nos seus estados de saúde: física, mental e espiritual.

Assim ocorreu conosco desde a transformação da Cromoterapia aplicada segundo os padrões de René Nunes, até a certeza de que estávamos transformando em ação prática a teoria recebida no México por Maria Del Socorro Pérez Farfán (Marla) há mais de 30 anos e completamente desconhecida por nós, sob o ponto de vista formal (pessoal e literário).

Os métodos utilizados para que a terapia holográfica do ser humano fosse entendida e aplicada no México são muito similares àqueles recebidos por nós, ao longo dos anos, sem ao menos termos a menor idéia da existência do trabalho daquela sensitiva.

A partir de palestra realizada no IIº Congresso Nacional das Fraternidades Ramatís, em Porto Alegre, Brasil, em 1997, através dos sensitivos Oscar Franco e Heloisa Fagundes é que nos foi possível constatar que havia um conhecimento teórico que explicava as nossas ações práticas de “recuperação da saúde”.

Nos anos de 1997 e seguintes mantivemos contato, tanto pessoal quanto por telefone com Marla, solicitando-lhe autorização para utilizarmos, no Brasil, a denominação de Projeto Kardem em nossas ações práticas, já que a teoria era amplamente divulgada em revistas.

Com sua negativa formal em novembro de 1999, passamos a adotar, no conjunto das investigações e ações práticas que já realizávamos, a denominação de BIOCIBERNÉTICA RAMATÍS, considerando que todo o desenvolvimento foi através destas presenças multidimensionais de amor cósmico junto a nós, hoje já há mais de dezoito anos.

O aprofundamento da investigação, através do estudo e da visão holográfica do ser humano não nos distanciou muito da visão de Marla, porque nossa ação, sendo eminentemente prática, permitiu-nos adentrar nos campos energéticos do Ser em níveis e freqüências eletromagnéticas, até então desconhecidas por nós.

- Até onde é possível ir ?
- A que profundidade visual os sensitivos disciplinadamente conseguem trabalhar?
- Onde está nosso limite de interferência no outro ser humano em socorro?
- Como explicar, com embasamento cientifico nossas ações ?
- O que a física das partículas quânticas tem a nos ensinar ?
A resposta para qualquer pergunta parece estar no amor e no estudo. Só podemos executar uma ação amorosa se não interferirmos no livre-arbítrio do outro, considerando a necessidade de vivermos nesta dualidade energética que é a vivência planetária.

Daí porque nossa participação está ancorada nas presenças supraconscienciais que nos orientam com a frase:


"COMPREENDER PARA CRER E CRER PARA VER"

 

PRINCÍPIOS BÁSICOS DA BIOCIBERNÉTICA RAMATÍS
Os agentes da medicina tradicional somente aceitam discutir um assunto sobre a saúde do Ser, se este assunto for “cientificamente aceitável” dentro dos seus princípios de conhecimento e de formação acadêmica, onde na maioria dos casos, a doença é que é levada em consideração.

Para entender a ação terapêutica da Biocibernética Ramatís, daqui para frente aglutinada na sigla BCR, é preciso fazer concessões a si mesmo e perguntar-se:

- Quem realmente eu sou?
- Somente este corpo biológico com uma mente racional e produto de reações eletroquímicas?
- Qual a finalidade maior de “existir”?
- O que é “espírito”?
- Ou “posso” ser algo mais... ou eu sou realmente um complexo maior ?

A BCR trabalha com uma visão holográfica e cibernética do ser humano dentro de estados da consciência individual, ensinando que ele é um todo integrado por inúmeras forças (energias) atuantes dentro de um momento cósmico único, aqui e agora, com manifestação planetária através de um veículo denominado de corpo físico, biológico ou somático, ocupando espaços e níveis de frequência diferenciados na conformação deste todo.

Portanto a BCR está fundamentada, como ação terapêutica natural e gratuita, como terapia complementar da medicina clínica e embasada nos seguintes pilares desta visão holográfica:

1º - BIOCIBERNÉTICA RAMATIS: o microcosmo humano
2º - CIBERNÉTICA RAMATIS: o movimento das energias no Ser Humano
3º - PSICOBIOCIBERNÉTICA RAMATIS: a mente no equilíbrio do Ser Humano
4º - CROMOBIOCIBERNÉTICA RAMATIS: a ação terapêutica das cores
5º - RADIESTESIA DE CURA: a ferramenta de investigação e de trabalho
6º - BIOENERGÉTICA RAMATIS: a saúde energética - um programa de auto-ajuda
7º - BIOCIBERNÉTICA PRÁTICA: os procedimentos de ação para reequilíbrio energético
         do ser humano.